Grau

Fácil

Guia Turístico

Incluído

Transporte

Incluído

R$80

Tour pelo Centro Histórico de Boa Vista, onde começou a história da única capital do país situada no hemisfério norte. Conhecendo também pontos da Boa Vista de hoje com sua forte pluralidade cultural.

Inclui:

  • Transporte Privativo
  • Guia de Turismo

Não inclui: Despesas não citadas.

 

Igreja Matriz

Igreja Matriz

1. Igreja Matriz:
A Igreja foi construída no local onde os frades carmelitas haviam fundado uma pequena capela em 1725. Sua construção teve início por volta de 1892 pelos missionários Franciscanos, sendo esse o primeiro templo religioso de Boa Vista.
Seu primeiro vigário foi o Cônego José Henrique Félix da Cruz Daioia. Em 1949 foi realizada a primeira reforma, que descaracterizou a construção original.

 

 

Prédio da Intendência

Prédio da Intendência

2. Prédio da Intendência:
Construída originalmente no início do século XX, a Intendência foi sede da primeira administração municipal. Posteriormente, funcionou como cadeia. Na década de 1950, o prédio foi demolido. A partir do Projeto Raízes, na primeira administração da prefeita Teresa Jucá, em 1996, foi reconstruída uma réplica do prédio pelo arquiteto Sálvio Romero Pereira Botelho.
No dia 05/11/2004 a construção passou a funcionar como Centro de Informações Turísticas de Boa Vista.

 

 

Meu Cantinho

Meu Cantinho

3. Meu Cantinho:
Foi a primeira fazenda particular de pecuária à margem direita do Rio Branco, fundada em 1830 pelo capitão Inácio Lopes de Magalhães. No local da sede da fazenda originou-se à Freguesia de Nossa Senhora do Carmo de Boa Vista do Rio Branco, em 1890, tornou-se o município de Boa Vista do Rio Branco.
Em 1996, foi reformada pelo projeto Raízes, da prefeitura de Boa Vista.

 

 

 

Casa de Petita Brasil

Casa de Petita Brasil

4. Casa de Petita Brasil:
Prédio em estilo neoclássico, edificado em 1892, acima do Porto do Cimento por seu avô Bento Ferreira Marques Brasil, uma das primeiras famílias a chegar no Rio Branco, quando a região ainda pertencia à Província do Grão-Pará.
A casa foi tombada pelo patrimônio histórico municipal, (Projeto Raízes), pois representa um marco na história de Boa Vista.

 

 

Prelazia

Prelazia

5. Prelazia:
Construção datada de 1909, projeto dos monges Beneditinos com o propósito de servir como hospital da Vila de Boa Vista do Rio Branco, mas acabou como casa dos padres. Posteriormente no ano de 1943 como sede administrativa e residência oficial do primeiro governador do Território Federal do Rio Branco o Capitão Ene Garcez dos Reis.

 

 

6. Igreja São Sebastião:

Igreja São Sebastião

Inaugurada no dia de São Sebastião, 20 de janeiro, em 1924,

a construção da Igreja partiu de uma campanha iniciada por Guilhermina Almeida de Holanda Bessa e continuada por suas filhas, Francisca Bessa de Lima e Cecília.

Nos festejos de 1927, a Igreja foi entregue à Prelazia de Boa Vista do Rio Branco, que até essa data era administrada pelas duas filhas de dona Guilhermina. 

Igreja São Sebastião

 

 Casa das 12 portas

Casa das 12 portas

7. Casa das 12 portas:
Prédio comercial construído em 1939 pela família Fraxe, funcionou como centro comercial e foi o primeiro supermercado da cidade, com o nome de Supermercado Royale. 

 

 

 

 

 

Monumento aos Pioneiros

Monumento aos Pioneiros

8. Monumento aos Pioneiros:
Representa a união dos nativos, com seus modos, usos e costumes, recebendo os pioneiros e desbravadores que aqui chegaram. É uma homenagem às primeiras pessoas que se propuseram a povoar e desenvolver este pedaço de Brasil até então inexplorado. O painel está voltado para o Rio Branco, com destaque para a figura de Macunaíma – primeiro habitante dos campos do Rio Branco, possui um efeito tridimensional.
A obra foi esculpida pelo artista plástico roraimense Luiz Canará, finalizada em julho de 1995.

 

 Praça Barreto Leite

Praça Barreto Leite

9. Praça Barreto Leite:
De frente para o Rio Branco, próxima ao porto de cimento, por onde chegavam as autoridades e os pioneiros que ajudaram a construir Roraima. O nome foi dado em homenagem ao representante do Governador do Amazonas que presidiu a solenidade de posse do primeiro Superintendente município de Boa Vista do Rio Branco, em 1890.
Em 1975, na gestão do prefeito Júlio Martins, a praça foi restaurada e em 1995 pela prefeita Teresa Jucá, passou por uma reforma que incluiu um parquinho para crianças e o monumento aos pioneiros.

 

Orla Taumanan

Orla Taumanan

10. Orla Taumanan:
Píer construído às margens do Rio Branco, ao lado do centro histórico de Boa Vista.
Composta por duas plataformas suspensas, a Orla abriga quiosques com opções diversas de alimentação e possui palcos para shows ao ar livre, sendo uma opção de lazer oferecida a população local e aos turistas.
O espaço recebeu o nome Taumanan – em macuxi significa “Paz” e as duas plataformas receberam o nome de Meremê (arco-íris) e Weiquepá (nascer do sol), para homenagear a maior etnia do Estado.

 

 

Catedral

Catedral

11. Catedral:
Edificada entre os anos 1967 e 1968, projeto do engenheiro italiano Mário Fiameni, a construção segue tendências neoclássicas e suas formas sugerem três símbolos: uma harpa, um navio e uma maloca indígena.
A maioria dos operários que trabalharam na obra foi indígenas Macuxi e Wapixana.
A construção foi financiada através de doações dos habitantes da cidade (na época com aproximadamente 11.000 habitantes), de fazendeiros e benfeitores italianos e do Sul do país.

 

 

Palácio da Cultura

Palácio da Cultura

12. Palácio da Cultura:
Originalmente destinado a abrigar órgãos do Estado, o prédio acabou sendo finalizado com o objetivo de ser um centro cultural, abrindo um novo espaço para os artistas locais exporem.
O projeto foi liderado pela arquiteta Otília Pinto Latgê e se caracteriza pelas linhas ousadas e a preocupação com o domínio da luz e transparência, expressa pelo desenho em forma de pirâmide e o uso de vidros espelhados. Em seus quatro níveis, o Palácio da Cultura abriga biblioteca, auditório e espaço para exposições.

 

Palácio Senador Hélio Campos

Palácio Senador Hélio Campos


13. Palácio Senador Hélio Campos:

A construção teve inicio nos governos de José Maria Barbosa e Dilermando Cunha da Rocha, foi concluída no Governo de Hélio Campos, que batizou como Palácio 31 de Março, em homenagem ao golpe militar de 31 de Março de 1964.
Posteriormente o nome foi substituído para Palácio da Fronteira, por fim, para Palácio Senador Hélio Campos. 

 

 


                                                        14. Monumento ao Garimpeiro:

Monumento ao Garimpeiro

Na década de setenta, o governo de Hélio Campos construiu o monumento aos garimpeiros numa homenagem a essa figura marcante no cenário local desde o inicio do século XX. 

 

 

 

 

Monumento ao Garimpeiro

 

 

 

 Praça das Águas

Praça das Águas


15. Praça das Águas:

Construída pela prefeita Teresa Surita, inaugurada em 07 de setembro de 2000, reformada em 2002. É um espaço reservado ao lazer, com chafarizes iluminados, praça de alimentação, onde se pode apreciar a comida regional. 

 

 

 

 Portal do Milênio

Portal do Milênio

16. Portal do Milênio:
Obra idealizada e construída pelo prefeito da época, Ottomar de Souza Pinto, inaugurada no dia 31 de dezembro de 1999, marcando a passagem para o novo ano.
Simboliza o início da arquitetura humana, através do objeto pórtico, que significa a passagem para uma nova cidade, reverencia o passado e mostra esperança num futuro próspero. 

 

 

 

 Complexo Poliesportivo Ayrton Senna

Complexo Poliesportivo Ayrton Senna

17. Complexo Poliesportivo Ayrton Senna:
Construído em um local onde antes existia uma vala a céu aberto. Hoje é um ambiente saudável, arborizado e agradável, composto por quadras poliesportivas, pistas para corrida e caminhada, patinação, skate, bicicross e kart, parques infantis, bares com música ao vivo e sorveterias.

 

 

 

 

As expedições que organizamos são diferenciadas pelos serviços que oferecemos:

  • Atendimento personalizado;
  • Transporte privativo;
  • Equipamentos adequados, revisados e com manutenção em dia;
  • Cardápio alimentar balanceado, com inclusão de frutas;
  • Guias experientes e orientados para tratamento humanizado a todos os clientes;
  • Orientações detalhadas sobre tudo relacionado à viagem;
  • Reunião do grupo, em Boa Vista, para orientações técnicas, visando à segurança de todos;
  • Procedimentos preventivos para maior segurança dos participantes;
  • Equipe treinada para extremo respeito com o meio-ambiente e com a cultura local;
  • Empresa legalmente habilitada pelo Ministério do Turismo, Departamento Estadual de Turismo do Estado de Roraima, Associada à ABETA – Associação Brasileira das Empresas de Turismo de Aventura e Natureza.
  • Viajar com a Roraima Adventures não é uma viagem comum, somos diferentes pela qualidade na logística, pelos equipamentos oferecidos, pela alimentação no dia-a-dia, pelos procedimentos de segurança adotados (inclusive com resgate de helicóptero), disponibilizamos Telefonia Satelital para comunicação, além de uma equipe de guias experientes, capacitados e com tratamento humanizado aos nossos clientes. Para nós, a viagem deve ser a realização de um sonho!
Dia 1
Visita ao Centro Histórico e Turístico de Boa Vista

Orla Taumanan, Monumento aos Pioneiros, Igreja Matriz, Centro de Artesanato, Centro Comercial, Praça do Centro Cívico (Três Poderes), Praças das Águas, Portal do Milênio, Praça Fábio Paracati, Complexo Poliesportivo Airton Senna, entre outros.

Menores de idade somente acompanhados dos pais ou responsáveis.

Duração: 02h30min.

Checklist

  • lanche rápido
  • protetor solar
  • repelente de insetos
  • roupas leves e para banho, toalha, calçado confortável, boné ou chapéu.
  • máquina fotográfica ou filmadora.

Observações

  • A hospedagem em Boa Vista e o transfer aeroporto/hotel/aeroporto devem ser providenciados pelo próprio cliente (solicite recomendações de hotéis).
  • Roupa de banho, toalha, protetor solar e repelente são indispensáveis durante todo o roteiro. Consulte recomendações do que levar.

A reserva da viagem passa a ser confirmada com o preenchimento da ficha de inscrição e comprovação de pagamento.

Não há Avaliações desse pacote ainda.

Seja o Primeiro a Avaliar “City Tour”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

*


POLÍTICA DE CANCELAMENTO   Se houver cancelamento antecipado ao dia da saída originado pela CONTRATADA, todo o valor pago será ressarcido integralmente, sem multa e sem descontos, no prazo de 30/60 dias, a partir da solicitação do cancelamento. De acordo com a deliberação normativa nº 161 de 09 de agosto de 1985 da EMBRATUR, em caso de cancelamento por iniciativa do CONTRATANTE, haverá perda em favor da CONTRATADA, dos seguintes percentuais sobre o preço do pacote contratado: - 10% - cancelamento a mais de 30 dias antes do início da expedição; - 20% - cancelamento entre 30 e 21 dias antes do início da expedição; - Percentuais superiores aos acima referidos, desde que correspondentes a gastos efetivamente comprovados pela agência perante a EMBRATUR, efetuados em decorrência da desistência do usuário – para cancelamento a menos de 21 até 08 dias antes do início da excursão. - O prazo de reembolso segue a mesma definição expressa acima. Notas: Não temos responsabilidades sobre a parte aérea, os mesmos não fazem parte do pacote.
Informe-se sobre esse pacote


Encontre no Mapa

Sobre Nós

RORAIMA ADVENTURES TURISMO LTDA

CNPJ: 05.276.517/0001-21

Fale Conosco

+55 (95) 3624-9611 (Horário Normal de Funcionamento)

+55 (95) 99115-1514 (WhatsApp Horário Normal de Expediente)

+58 416 794 2093 (WhatsApp 24 horas – Home Office)

+55 (95) 99115-4171 (Plantão Apenas Para Emergências)

+55 (95) 99111-0177 (Plantão Apenas Para Emergências)

Receba Promoções em seu e-mail

Curta Nossa Página

© Copyright Roraima Adventures | Turismo de Aventura
TRANSLATE SITE »