Grau

Fácil

Acomodação

Hotel e pousadas

Transporte

Incluido

Guia

Incluido

KIt Primeiros Socorros

Incluido

Sua viagem à nossa região não deve ser uma viagem comum. Sabemos que conhecer qualquer lugar é muito mais do que ir até lá, olhar e fazer fotos, afinal, florestas, cachoeiras, pessoas nativas e outras riquezas semelhantes, às vezes, pode ser muito parecido com outras regiões, por isso, temos como princípio e objetivo, cuidar com zelo para que sua experiência seja diferente, levando você a rever conceitos e valores transformadores de vida.

Este Roteiro liga a cidade de Manaus (Amazonas – AM) à cidade de Pacaraima (Roraima – RR), ao longo de 1.100km pela BR-174, sendo que ao final da expedição, o trecho total será de quase 3.000km rodados. A BR-174 liga o hemisfério sul ao hemisfério norte, onde seguiremos até a Comunidade Paraitepuy, na Venezuela, de onde se avista o majestoso e místico Monte Roraima: um dos lugares mais antigos da Terra.

É uma viagem repleta de atrativos naturais, culturais, culinários, sem falar na exuberante biodiversidade da Amazônia, passando pela maior floresta do mundo, cruzando a Reserva Indígena Waimiri-Atroari (com boas possibilidades de ver pássaros e animais livres na Natureza). Depois de entrar nos cerrados de Roraima, tem-se a oportunidade de conhecer uma região com forte influência indígena e cabocla.

A ROTA 174 pode ser realizada durante o ano todo. A região tem apenas duas estações climáticas distintas: as chuvas e a seca. A viagem tem início em Manaus, mas o roteiro pode ser modificado, conforme a disponibilidade de tempo do viajante ou, se preferir, fazer somente algumas das partes que tenha mais interesse.

10 dias – a partir de Manaus

Começando por um city-tour super interessante, visitando o Mercado Municipal, Teatro Amazonas; no dia seguinte fazendo o passeio pelo Encontro das Águas do Rio Negro com o Solimões, iremos navegar pelo maior rio do Mundo em direção ao Marco Zero, e visitando algumas familias ribeirinhas, assim como uma comunidade indígena onde assistiremos um ritual para conhecer um pouco da sua cultura. Há outras atrações bem bacanas.

E depois seguiremos para Presidente Figueiredo, a Capital das Cachoeiras, local maravilhoso, onde visitaremos vários atrativos durante 02 dias, e então segue-se para Boa Vista, a capital de Roraima, onde se faz um city-tour e outros passeios para conhecer a cidade mais bem organizada do norte do país; e em seguida mais 04 dias, indo até a fronteira com a Venezuela, com boas chances de ir até o local de onde partem as viagens ao Monte Roraima, além de visitar uma comunidade indígena à beira da BR 174, a Serra do Tepequém (um local muito aprazível).

O que inclui:
  • Transporte terrestre e fluvial, para traslados conforme o roteiro;
  • Guia;
  • Hospedagens durante todo o percurso do roteiro.
  O que não inclui:
  • Alimentação (almoço/jantar e lanches), exceto café-da-manhã incluso nas diárias dos hotéis e/ou pousadas;
  • Taxas de visitação ao Museu do Seringal, Comunidade dos Tatuyo, Botos cor-de-rosa em Manaus - AM;
  • Taxas de visitação a Cachoeira Santuário, Iracema Falls, Salto do Ipy e Cachoeira Pedra Furada em Presidente Figueiredo - AM;
  • Taxa de colaboração na comunidade Bananal R$ 50,00 por pessoa;
  • Seguro-viagem (*);
  • Bilhetes aéreos;
  • Passeios não descritos no roteiro;
  • Bebidas e outras despesas não especificadas.
Dia 1
MANAUS - AM
A porta de entrada da ROTA 174 é Manaus, a capital da maior floresta tropical do mundo. Uma cidade com excelente rede hoteleira, um conjunto arquitetônico histórico de valor inestimável, tendo como ícone o Teatro Amazonas. Imperdível também é a visita ao Mercado Municipal Adolpho Lisboa, local de aromas e sabores típico da região.
  • Chegada em Manaus (noite). Transfer aeroporto/hotel. Pernoite em Manaus - AM.
  • Chegada em Manaus (manhã). Transfer aeroporto/hotel. City Tour.
  • 14:00h Mercado Municipal Adolpho Lisboa, Orla Portuária.
  • 16:00h Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião. Uma grande surpresa em relação a Manaus é a riqueza da sua herança. O principal produtor mundial de borracha entre 1880 e 1910, Manaus tornou-se uma das cidades mais ricas e modernas do Brasil na época. Esta riqueza se refletiu na construção de ícones arquitetônicos como o Mercado Adolpho Lisboa e o Teatro Amazonas que está localizado no Largo de São Sebastião, um dos melhores locais da cidade com bares, museus e até apresentações culturais de música e dança ao ar livre. Um lugar para caminhar a pé e tirar fotos.
  • Transfer para hotel.
Dia 2
MANAUS - AM / PRESIDENTE FIGUEIREDO - AM
Após o café da manhã, às 08h00 será realizado o transfer para o river tour. Saindo do Porto da Ceasa de Manaus, segue-se viagem pelo rio Negro em direção ao Encontro das Águas, um dos mais belos mistérios da natureza, onde o rio Negro deságua no rio Solimões e caminham paralelamente por mais de 06 km sem que suas águas se misturem. Nessa área é possível observar raras espécies de botos. Continuando, atravessaremos o maior rio do planeta, o rio Amazonas, em direção ao Km Zero, uma vila ribeirinha de pescadores que serve de ponto de apoio às balsas de travessia de veículos que trafegam entre a BR 174 e a BR 319. Prosseguindo, navegaremos pela margem esquerda do rio Amazonas em direção ao Janauary, um conjunto de terras de várzea banhada polos rios Amazonas e Negro, que sustentam comunidades ribeirinhas que habitam palafitas e casas construídas sobre troncos flutuantes. Com destaque para a Comunidade do Catalão, um conjunto de mais de uma centena de casa flutuantes que incluem habitações, escolas, igrejas, comércios e restaurantes. Aqui também realizaremos um almoço regional em restaurante flutuante e poderemos conhecer o Pirarucu criado em tanques flutuantes pelos moradores locais, o maior peixe de água doce do mundo. Visitaremos uma comunidade dos índios Tatuyio, oriundo do alto rio Negro, onde será representado ritual indígena de cantorias e danças que retratam sua cultura. Ótima oportunidade para adquirir artesanato e lembranças indígenas. Retorno à Manaus previsto para as 15h00. Realizaremos check-out na pousada/hotel às 15:45, e depois seguiremos em veículo privativo pela BR 174 até Presidente Figueiredo. Chegada em Figueiredo às 18:30h, aproximadamente. Check-in, pernoite.
Dia 3
PRESIDENTE FIGUEIREDO - AM
Florestas, rios, cachoeiras, cascatas e grutas são algumas das atrações de Presidente Figueiredo. Nesse pedaço de paraíso amazônico estão as reservas ecológicas. Existem várias trilhas pela mata propiciando um contato direto com a natureza, podendo fotografar uma extensa variedade de plantas típicas.
  • 07h30 – Café da manhã.
  • 08h30 - Saída para a visita na Caverna do Maroaga e Gruta da Judéia, onde será realizada uma caminhada de 03km, aproximadamente, podendo desfrutar do contato com a natureza e prestigiar paisagens cênicas.
  • 11h00 - Saída para visita a Cachoeira do Santuário. Neste lugar é possível desfrutar de um revigorante banho de cachoeira.
  • 12h30 - Almoço na cidade de Presidente Figueiredo.
  • 14h00 - Saída para a cachoeira e grutas de Iracema Falls. Neste lugar iremos conhecer algumas grutas e relaxar ao som de uma imponente cachoeira.
  • 19h30 - Jantar e pernoite em Presidente Figueiredo - AM.
Dia 4
PRESIDENTE FIGUEIREDO - AM
Neste dia, continuaremos a conhecer um pouco mais dos encantos de Presidente Figueiredo. Será um dia intenso, mas prazeroso!
  • 07h30 - Café da manhã.
  • 08h30 - Saída para o Salto do Ipy, caminhada de percurso médio por trilhas no meio da floresta, contemplando grutas, pinturas rupestres, dentre outras belezas da fauna e flora da região, além de um banho de cachoeira.
  • 12h30 - Almoço no restaurante do Miranda, situado no porto do Lago de Balbina, onde podemos avistar a montante da hidrelétrica.
  • 14h30 - Saída para a Cachoeira da Pedra Furada.
  • 16h00 - Retorno para a cidade, onde teremos um momento destinado para compras de doces de cupuaçu, artesanatos produzido pelos índios Wimiri-Atroari, entre outras lembranças.
  • 19h30 - Jantar e pernoite em Presidente Figueiredo - AM.
Dia 5
PRESIDENTE FIGUEIREDO - AM / BOA VISTA
Após o café da manhã, embarque com destino à Boa Vista (acompanhado com o nosso guia que fará a parte do roteiro em Roraima), com passagem dentro Reserva Indígena Waimiri-Atroari. Saiba mais em https://roraimaadventures.com.br/2012/02/povo-waimiri-atroari/ Já no Estado de Roraima, fica localizado à beira da BR-174, o Marco da Linha do Equador, no município de Rorainópolis, no distrito de Nova Colina, na comunidade Equador, próximo à divisa com o Estado do Amazonas. Segundo exotéricos, neste local paira uma grande magia, que mexe com a imaginação de quem o visita.       Durante o trajeto, está localizado o Parque Nacional do Viruá, que foi criado com o objetivo de preservar os ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica que ocorrem ao sul de Roraima, permitindo também a realização de pesquisas científicas, o desenvolvimento de atividades de educação ambiental e de turismo ecológico. O parque está localizado no município de Caracaraí (RR) e desde 1998 protege mais de 200.000 hectares de um tipo de vegetação de transição entre a floresta densa e o cerrado, conhecido como lavrado na região. O nome do parque vem do igarapé que nasce em seu interior. A área compreende uma vasta superfície praticamente plana, com predomínio de solos arenosos e mal drenados, com grande quantidade de lagoas. Na parte norte existe alguns morros com altitudes modestas, de aproximadamente 300 metros. Ao longo da extensão oeste, delimitada pelo rio Branco, há ocorrência de planícies inundáveis, situação observada também na porção sul, ao longo do rio Anauá. O clima é quente e úmido na maior parte do ano, mas apresenta uma estação seca entre os meses de setembro a março. A área do parque abriga espécies características de ambientes alagados, como palmeiras buriti, açaí, jauari e outras como a bacaba e o inajá que ocorrem em áreas de igapó. A fauna apresenta espécies migratórias de aves como o tuiuiú (chamado de passarão no estado de Roraima) e a águia pescadora, aves de ambientes encharcados como a garça-branca e a jaçanã, além de espécies ameaçadas de extinção, como a onça-pintada, a suçuarana e a anta. Fonte: http://uleinpa.blogspot.com/2009/02/conheca-o-parque-nacional-do-virua-em.html A visitação ao Parque pode ser realizada mediante solicitação antecipada. Não está contemplado nesse roteiro, mas pode ser feita à parte.

A chegada em B. Vista será no final do dia ou início da noite, onde haverá o nosso receptivo em veículo privativo, e todos serão levados para o hotel. Noite livre.

Dia 6
BOA VISTA - RR
  • 08h00 - Inicia-se o city tour, com duração média de 03 horas.
  • 12h00 - Almoço em local a combinar.
  • 15h30 - Inicia-se o river tour pelo Rio Branco.
  • 19h00 - Happy hour na Orla Taumannan.
  • 21h30 - Transfer para hotel. Pernoite em Boa Vista - RR.
Dia 7
BOA VISTA - RR / PACARAIMA - RR
Após o café da manhã, iremos para Pacaraima (cidade que faz fronteira com o Brasil), onde almoçaremos. Trocamos de veículos para tração 4x4 e partimos em direção à Comunidade de Paraitepuy, com vista para um dos maiores espetáculos da natureza: o Monte Roraima. No retorno passaremos pelo Mirante do Jurassik Park (local onde foram filmadas as cenas iniciais do filme do mesmo nome). De volta, iremos dormir em Pacaraima, com chegada prevista para as 18h00. Este dia fica condicionado à normalidade de passagem pela fronteira para se chegar até S. Elena de Uairén e Gran Sabana, de onde se acessa a Comunidade Indígena de Paraitepuy e o Monte Roraima. Em caso de estar inadequado ou inacessível, segue-se direto para a Comunidade do Bananal, para viver uma experiência agradável e conhecer o modo de vida deles, e conhecer um pouco da sua realidade. Jantar e pernoite.
Dia 8
PACARAIMA - RR / AMAJARI - RR
  • 07h00 - Após o café da manhã, visita a Comunidade Indígena do Bananal, com apresentação da comunidade, conhecimento da história e cultura local, convivência com os moradores. Essa é a simbiose que o viajante encontrará ao visitar este local.
  • O almoço será na Comunidade, de acordo com a realidade local.
  • 14h30 - Seguimos para a Serra do Tepequém (ou "Chapéu Grande", como é chamado pelos índios), no município do Amajari - RR. No caminho para a Serra, a paisagem vai mudando a cada quilômetro rodado, o cerrado e os igarapés que lembram o Pantanal vão, aos poucos, cedendo lugar à mata fechada. Ao meio caminho, entre a capital Boa Vista e a Serra do Tepequém, está a sede da cidade de Amajari, mais conhecido por Vila Brasil, um bom retrato da maioria dos municípios de Roraima: dos sete mil moradores do município, só dois mil estão na vila.
A chegada está prevista para o final do dia, onde serão acomodados em pousada. À noite, pode-se reunir com os moradores locais para ouvir “os causos” dos antigos garimpeiros que trabalhavam na região, e que ainda vivem por lá. Jantar e pernoite na Serra do Tepequém - RR.
Dia 9
TEPEQUEM AMAJARI - RR
  • 07h00 - Após o café da manhã, sairemos para conhecer o Mirante e a Cachoeira do Paiva, uma das mais bonitas da região.
  • 10h00 - Visitar a Cachoeira do Barata. Retorno para almoço na vila da Serra do Tepequém.
  • 14h30 - Visitar as Corredeiras do Cabo Sobral e o rio Preto.
  • 17h30 - Retorno para a pousada. Jantar e pernoite na Serra do Tepequém - RR.
Dia 10
TEPEQUEM / BOA VISTA
  • Após o café da manhã, iniciar viagem de retorno para Boa Vista, com chegada prevista para as 11h00. Entrada em hotel. Transfer out conforme horário de voo. Final de viagem da ROTA 174 em Boa Vista - RR.
  Natureza, vida nativa em abundância, pessoas simples e de bem com o mundo, e lugares inesquecíveis. Assim é a rota 174 - uma viagem para nunca mais esquecer.

Checklist

  • Escova de dentes, creme dental, fio dental, enxaguante bucal.
  • Escova de cabelo ou pente, laços de cabelo/grampos.
  • Desodorante.
  • Shampoo e condicionador
  • Protetor solar e loção facial com FPS.
  • Hidratante / Loção noturna.
  • Se estiver tomando qualquer medicação, levar estoque suficiente

Observações

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Qual é melhor época: É muito relativo. De maio a agosto é o nosso período de chuvas. É bom porque as cachoeiras estão lindas, a natureza está exuberante e tudo respira intensamente. De setembro a março é o nosso verão, quase não chove, o tempo está aberto e a luminosidade abre seu esplendor. A viagem é um encanto durante o ano todo.

Grau de dificuldade: esse roteiro é super tranquilo, qualquer pessoa pode fazer, não tem grandes esforços, são caminhadas curtas. Crianças de 08 até 90 anos podem fazer. Crianças menores de 08 anos, consulte-nos.

Grupos e quantidade de participantes:

  • Grupo privativo – o grupo pode definir a data da saída, previamente acertado com a operadora e ter a viagem toda com exclusividade para os participantes inscritos.
  • Grupo aberto – O participante escolhe a data da viagem e a operadora promove a saída, para compor o número mínimo.

Data da viagem: pode ser definida em comum acordo.

  • Solicite nosso pacote completo e detalhado, com os preços, condições de pagamentos, descontos e tudo o mais que oferecemos, para que desfrute desta experiência conosco.
 
  • VOUCHER DE VIAGEM
 
  • Se ainda não sabe QUANDO poderá viajar, mas deseja aproveitar as condições atuais dos nossos pacotes – APROVEITE – Adquira um VOUCHERda sua viagem dos sonhos, deixando a data em aberto para desfrutar em até novembro/2021, ou ainda podendo remarcar até novembro/2022.
Informe-se sobre esse pacote


    Encontre no Mapa

    Sobre Nós

    RORAIMA ADVENTURES TURISMO LTDA

    CNPJ: 05.276.517/0001-21

    Fale Conosco

    +55 (95) 3624-9611 (Horário Normal de Funcionamento)

    +58 416 794 2093 (24 horas)

    +55 (95) 99115-1514 (WhatsApp Horário Normal de Expediente)

    +55 (95) 99115-4171 (Plantão Apenas Para Emergências)

    +55 (95) 99111-0177 (Plantão Apenas Para Emergências)

    Receba Promoções em seu e-mail

    Curta Nossa Página

    © Copyright Roraima Adventures | Turismo de Aventura
    TRANSLATE SITE »